Arrow e The Flash: o encontro de duas séries queridas!

Arrow-308-The-Flash

Semana passada duas séries queridinhas e que acompanho com regularidade, The Flash e Arrow fizeram o seu tão esperado crossover. Consegui assistir aos dois episódios no final de semana e queria registrar algumas palavrinhas desse momento especial das duas. Inicialmente, eu pensei que seria um episódio só, dividido em duas partes. Tipo um caso, um vilão a se enfrentar, brigas e o desfecho na quarta. Mas a CW optou por respeitar o espaço de cada série, e seus respectivos telespectadores. Assim, um episódio não dependeu inteiramente do outro para ser compreendido. Salvo alguns detalhes, aqui e ali, cada herói teve o seu caso da semana, separado, com o adicional de um convidado especial. Ah, e quero dizer que fiquei impressionada com o monte de gente que eu vi dizendo que assistia The Flash e não assistia Arrow. No meu mundinho, todo mundo assiste Arrow, e foi por causa dessa série que resolvemos assistir Flash. Mas não é assim, mesmo! The Flash anda com as próprias pernas, tem o seu próprio público, e eu fico orgulhosa disso. Por outro lado me sinto perdida ao falar das duas séries, em especial The Flash, uma vez que eu e o público do velocista estamos em sintonias diferentes.

O especial da semana começa em Central City, quando Ollie e sua equipe resolvem dar aquele oi, enquanto procuram pistas sobre um vilão e seu bumerangue. O nome do episódio é breguíssimo: Flash vs Arrow? Oi? Resolveram tirar uma casquinha do título Batman vs Superman? Não rolou mesmo. Enquanto isso, Flash e seu time estão à procura do vilão Prism, que tem o poder de controlar as pessoas através de seus olhinhos vermelhos e despertar uma fúria incontrolável nos afetados.Quem não vê Arrow deve ter achado o Arqueiro um porre de pessoa. Sério, Oliver estava mal humorado, arrogante, emburrado desnecessariamente. O tempo todo com raiva, chatinho. Se foi uma tentativa de marcar as diferenças entre as personalidades, pesaram muito a mão. O Arqueiro é sombrio, violento, e bem sabemos que ele não é do tipo de se abrir com ninguém e mesmo tendo uns surtos de grosseria que já estamos acostumados, poderiam ter economizado na dose.Eu fiquei #TeamBarry all the time. E Oliver dizendo que caras como ele não ficam com a garota? O cara ficou com quase todas as mulheres da série, eu levei isso como uma piada, sei lá…Agora a ex dele, e mãe do seu filho, dar as caras em The Flash foi um erro grosseiro. Esse tipo de coisa não interessa a quem não assiste Arrow, ficou muito fora de lugar. Claro que o objetivo era fazer o reencontro ser “sem querer” e dar uma desculpa para a moça ir atrás dele, mas se ela simplesmente retornasse a Starling City não iria dar no mesmo?

aaaa

Os pontos legais do episódio foram: a reação do Diggle ao ver Barry em ação, eu ri muito! Amo o Diggle! A amizade estabelecida entre Felicity e Caitlin, e claro, a blusa da loira pegando fogo, como disse Cisco: não dá pra esquecer isso. E as apostas sobre quem venceria? Experiência? Velocidade? Bacana ver cada lado orgulhoso de seu respectivo herói.A luta foi interessante, mas os efeitos de quando Barry soca Oliver ficaram feios e a solução colorida foi tão… na realidade foi bem The Flash mesmo, hehe.

Caso encerrado, e é a vez do Velocista e sua trupe fazerem uma visitinha de cortesia na Arrow-Cave. Como já haviam trabalhado juntos não houve muita hesitação na hora de unir as forças, desde que as coisas fossem do jeito de Oliver (como sempre!).O nome do episódio “The Brave and The Bold” é infinitamente superior ao “Flash vs Arrow”. O nome faz referência a uma série de HQs de mesmo nome, que apresenta uma mistureba entre os personagens da DC, inclusive o Arqueiro Verde e o Flash já participaram da série, embora não juntos.O caso da vez envolvia a A.R.G.U.S, mais especificamente, Lyla, a mãe da filha do Diggle. Acho a forma mais correta de descrevê-la já que eles não são casados, e nem devem ser ver como namorados, casal ou família. Só achei estranho o Arqueiro assumir o caso do Bumerangueman com tanta rapidez, uma vez que a A.R.G.U.S. é tão controladora, e de repente nem recursos para proteger a Lyla tinham?

aa

Interessante é que apesar do Capitão Bumerangue ter dado as caras em Arrow, nos quadrinhos ele é um conhecido vilão do Flash, inclusive chegou a ser membro da Galeria de Vilões, junto do já conhecido Capitão Frio e do futuro Onda Térmica (outro ator conhecido por Prision Break) e quase esqueci que o Mago do Tempo já apareceu tbm (q aparição horrorosa foi!). Ainda é muito prematuro pensar na formação completa do time de vilões, mas imagina o trabalho que esse povo junto vai dar para o Flash? E como não poderia deixar de ser, o Arqueiro ganhou um presente: um novo uniforme, e bem que eu gostaria que aproveitassem para mudar a roupa do Barry.Com exceção dos heróis que ficaram se bicando, todo mundo se deu bem com todo mundo. A ideia de Flash colocar cada um para ajudar a desarmar a bomba foi bacana, e agora lembrei que não gostei muito da cena onde as três mulheres ficam esperando os omis resolverem a parada, e claro, o recinto é invadido e Lyla acertada. Mas até nessa adversidade elas se saíram bem. Por um momento achei que Lyla fosse mesmo morrer, e achei que seria uma sacanagem estragar o crossover desse jeito, mas felizmente ela resistiu. E finalmente ela e o Diggle vão se casar (again), afinal a sociedade ainda não está pronta para o relacionamento livre deles, hehe.

Este foi o episódio que mais marcou as diferenças entre as duas séries,de forma  explícita mesmo. Starling City é uma cidade violenta, envenenada, muito mais que a adorável Central City. Flash é a luz, é a esperança, e até pouquíssimo tempo sequer era visto como uma ameaça. E nunca matou ou torturou ninguém. O seu conceito de justiça é ajudar a justiça. Já o Arqueiro representa uma cidade sombria, a escuridão, o desespero. O Vigilante de Starling City sabe ser cruel para conseguir o quer, ele não ajuda a justiça, ele é a justiça. No mais, achei esse episódio fraquinho, não em termos de crossover, mas avaliando a terceira temporada, esse e o anterior (o da Cupido) não fizeram a historia andar muito, ou quase nada. E a mid-season finale chegou, espero que realmente botem muita coisa para funcionar.E eu gostaria muito de ver uma interação entre Lance e Joe. Os dois são os pais de mocinhas mais legais que há, são meus queridinhos. Quem sabe na próxima? E não, eu não gostaria de ver o mesmo entre as mocinhas, afinal mesmo sendo duas chatas, há um abismo de maturidade que as separa. Íris é uma menina ainda, já Laurel está treinando para ser a nova Canário.

"Guardo segredos para viver", Diggle mitando!

“Guardo segredos para viver”, Diggle mitando!

O encontro deu muito certo, a audiência respondeu a altura, claro, e com um saldo positivo podemos e queremos esperar pelo próximo. As falas estavam divertidas e interessantes, teve até Cisco filosofando sobre a questão existencial dos meta-humanos e sua relação com a nosso própria loucura. Daria um TCC bacana, só acho. E Oliver todo distraído>Lyla: “tudo bem entre vc e o Speed? (Ligeirinho)”, “Roy? Estamos bem” HAHAAHAHA. Outra coisinha que quase esqueci: Flash sendo o Flash que conhecemos, ao ficar todo largado, sem se preocupar com a sua identidade, porque bem… na verdade Barry não tava a fim mesmo de fazer mistério. Quero mais desse Flash todo descolado, comendo comida chinesa, e sendo o bobo que a gente ama. O lado nerd tímido atrapalhado do Barry me incomoda, e não gostaria que ele virasse um herói todo certinho. Sobre a questão da identidade, fala sério, eu até entendo o fato do Barry nem ligar pra isso, afinal no submundo de heróis, vilões e variantes, todo mundo sabe a identidade de todo mundo. Alguma surpresa do Dr. Wells descobrir em dois tempos quem era o Arqueiro? Até porque, Felicity retorna com Oliver Queen, o Arqueiro aparece tbm, UAU, difícil ligar os pontos, né? E Laurel só apareceu para uma fala saidinha: “o Arqueiro estava em Central City”, Oliver “É, isso ak é tipo uma continuação”. Gostei.

Eu queria encerrar o texto, acabei escrevendo mais um parágrafo! Então sem mais nem menos, bye povo, até a próxima, senão o post não acaba nunca!

s2

s2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s