Jurassic World: umas coisinhas sobre o filme dos saltos polêmicos

giphy-facebook_s

Falando sério, eu nem ia escrever sobre Jurassic World. Primeiro porque não achei o filme tudo aquilo e segundo porque o texto que eu li da Dana Martins  é daqueles definitivos, então, pra quê me dá ao trabalho de escrever o que já foi dito? Mas foram alguns pensamentos que me motivaram a deixar algumas palavrinhas aqui. Primeiro, o chorume ridículo e risível desse post aqui, que entre tantas acusações diz que agora todos os filmes são obrigados a passar por um zeitgest feminista? Que as feministas que criticaram o filme tão dizendo que mulher não pode ser mais mãe, entre outros delírios. Eu comecei a ler e fiquei indignada, até porque a pessoa se diz feminista, mas depois ao chegar ao final, vi que era assinado por um homem. Ah, me perdoem a misandria, mas isso explica o “mulheres como Claire devem ser extintas só porque contradizem o estilo de vida de mulheres progressistas?” . Minha indignação virou risada. Continuar lendo

Anúncios