Supergirl: comentando os primeiros episódios (1-8)

 

tumblr_nv22r0QnSH1u9773so3_500.gif

Keeping up with the Kryptonians!

Após muita espera e um piloto vazado, finalmente coloquei as mãos nessa nova série de super heroína que entregou tudo que prometeu no seu longo trailer e que não é uma grande produção, mas por enquanto também não é tão esse cachorro morto que acham por aí. Para os iniciados, Supergirl mostra os passos de Kara Zor-el, prima mais velha do Superman. A história dele nos conhecemos: antes do planeta Krypton ser destruído, Kal-el é enviado para a Terra ainda um bebê em uma nave, mas a parte não conhecida é que sua prima Kara, aos doze anos (chuto eu) é enviada em seguida, com a missão de proteger o primo na nova vida na Terra. Porém,  a cápsula onde Kara é colocada sai de sua trajetória, ela fica presa durante anos na Zona Fantasma e Kara meio que congela no tempo lá dentro, mas um dia a cápsula se solta e ela chega na Terra. Ela ainda é a mesma menina pré-adolescente, mas seu primo já é adulto, famoso e claramente não precisa de sua proteção.

Kara é adotada pela família Danvers e durante seus anos de crescimento esconde seus poderes e tenta levar a vida de garota normal. Um dia ao salvar o avião onde sua irmã adotiva estava ela revela seus poderes ao mundo, embora ninguém perceba que a mulher que salvou o avião e a assistente atrapalhada de Cat Grant são a mesma pessoa. Cat batiza a heroína de Supergirl e embora Kara não goste do apelido no começo, ela abraça a causa de heroína de National City. Paralelo a nova heroína, condenados da prisão kriptoniana, conhecida como Forte Rozz, que chegou na Terra junto de Kara, são combatidos pelo D.E.O( Departamento de Operações Extra-normais), uma organização de inteligência para caçar aliens, onde Alex, irmã adotiva de Kara trabalha. Continuar lendo

Legends of Tomorrow e Supergirl: parece que vou queimar a língua

Ah,series de herois! quem cansaria dessas coisas lindas <3

Ah, mais uma série de heróis? E quem cansaria dessas coisas lindas? ❤

Eita título besta, mas é o que tem pra hoje. Queria registrar minhas primeiras impressões dessas duas séries que já espero ansiosamente. Antes de tudo: alguém já está cansado de séries e filmes sobre heróis? Sim? Desculpa, mas euzinha ainda não cansei e considerando que fazem séries policiais a rodo por aí, eu detesto, mas nem lembro a existência, só posso dizer que você vai ficar bem se apenas ignorar. Se ainda não cansou, vem pra cá, que esse ano promete pra caralho. Continuar lendo

Mad Men: esposas, donas de casa, mães e filhas…

Joan_in_Mystery_date

Dando continuidade aos posts sobre Mad Men, hoje, quero dedicar algumas linhas sobre algumas relações femininas na série. Mad Men tem muitas personagens femininas e elas interagem bastante entre si, tanto no mundo do trabalho quanto no ambiente doméstico. Sempre quando pensamos em décadas de 50, 60 a imagem que temos das mulheres é aquela da dona de casa (branca e loira) sorridente com belos filhos. Ou então, da dona de casa (branca e loira), insatisfeita e presa ao lar com seus belos filhos. Na série, o ambiente doméstico é mostrado de forma mais competente, embora Mad Men não seja panfletária, está longe de passar a imagem de que as mulheres eram todinhas felizes com a rotina de donas de casa. Continuar lendo

Mad Men: chegando a hora da despedida

mad-men1

Este texto dá início a vários posts sobre uma série  muito querida que se despede este ano. Mad Men retorna no dia 5 de abril para dar prosseguimento ao seu final, e antes mesmo do definitivo fim a série já entrou no hall de melhores séries que já existiram. Premiadíssima com muita justiça, mesmo que tenha um público restrito e quem não assiste provavelmente nunca gostou de ver essa série levando todos os Emmys a nível de sempre, Mad Men sempre mereceu  o prestígio que tem. E não se ofenda, mas não é uma série para todos. Com um ritmo lento, denso e recheada de sutilezas pode afastar quem procura algo mais óbvio, explicadinho, rápido ou mesmo novelesco. Continuar lendo

Arrow e The Flash: o encontro de duas séries queridas!

Arrow-308-The-Flash

Semana passada duas séries queridinhas e que acompanho com regularidade, The Flash e Arrow fizeram o seu tão esperado crossover. Consegui assistir aos dois episódios no final de semana e queria registrar algumas palavrinhas desse momento especial das duas. Inicialmente, eu pensei que seria um episódio só, dividido em duas partes. Tipo um caso, um vilão a se enfrentar, brigas e o desfecho na quarta. Mas a CW optou por respeitar o espaço de cada série, e seus respectivos telespectadores. Assim, um episódio não dependeu inteiramente do outro para ser compreendido. Continuar lendo

Frozen em OUAT: apenas babando por Elsa e Anna

elssa

Frozen é animação da Disney que eu amei antes mesmo de assistir, sim isso é possível. E olha que estou numa fase chatíssima de puro asco com animações, sei lá porque mas nenhuma me interessa e as que tento assistir não consigo gostar. O filme é inspirado no conto da Rainha das Neves, INSPIRADO, ou seja, não é mesmo a história sobre a Rainha, mas isso a gente já sabe (então parem de mimimi “deturparam tudo” GRRRRR!!! ). Quando vi os cartazes e o trailer eu sabia que a gostar e fiquei surpresa com isso. O filme porém superou todas as minhas expectativas e meu coraçãozinho sempre aperta quando lembro de “Do you want to build a snowman?” Continuar lendo

Combo Séries: Arrow, Gotham e The Flash!

nem lembro de onde roubei, sorry.

nem lembro de onde roubei, sorry.

Mas nem morta que eu escreveria um post para cada série, não sairia de nenhuma! Achei mais prático jogar todo mundo no mesmo balaio e voilà. Ficou ó, uma bagunça. Em uma escala de interesse eu coloquei por ordem decrescente: Arrow (veterana, mas já?),Gotham (novata experiente)e The Flash (o filho natimorto, brinks). Eu não assisti aos pilotos vazados de nenhuma porque as notícias e cartazes promocionais meio que me desanimaram, em outras palavras fiquei com Síndrome de Frescurite,sabe quando você começa a achar tudo uma chatice e pensa que só vai sair bosta e diz que não vai assistir a série. Continuar lendo